A EVOLUÇÃO DOS DESVIOS DO CATOLICISMO ROMANO

As alterações nas doutrinas cristãs efetuadas pelo vaticano, impediram muitos de raciocinar e entender a Palavra de Deus, discernindo o certo do errado. Houveram outros que notaram os erros de uma conspiração ardilosa que estava em curso, contra a liberdade de compreensão e adoração a Deus, segundo as doutrinas apostólicas. Observe abaixo algumas dessas alterações que foram feitas pelo catolicismo romano, contrariando as Sagradas Escrituras. Tais desvios deram oportunidade à Reforma Protestante, que denunciou e se levantou contra tais blasfêmias e heresias.

Nota : para que não haja dúvida, basta pesquisar na História da Civilização, os dados abaixo são facilmente comprováveis pela História.

- Ano 304 d.C. - Os Bispos [de Roma] se auto intitulam e passam a ser chamados de papa.
- Ano 310 d.C. - Inicia-se na Igreja Católica a reza pelos mortos.
- Ano 320 d.C. - As Igrejas Católicas, começam a utilizar velas.
- Ano 325 d.C. - Constantino, inaugura e celebra o 1º concílio papal.
- Ano 381 d.C. - A Igreja Cristã , passa a se denominar "Católica" que significa "Universal".
- Ano 394 d.C. - O culto cristão é abolido e passam a rezar as missas.
- Ano 416 d.C. - Começam a batizar as crianças recém nascidas.
- Ano 431 d.C. - Passam a cultuar Maria, mãe de Jesus.
- Ano 503 d.C. - Começam a divulgar a existência do purgatório.
- Ano 787 d.C. - Começam com o culto às imagens.
- Ano 830 d.C. - A Igreja Católica passa a usar ramos e água benta.
- Ano 869 d.C. - Devido as alterações iniciadas em 304 d.C., a Igreja Católica deixou de ser legítima e dividiu o Cristianismo. A Igreja Ortodoxa, separou-se de Roma recusando a submissão ao Papa e dizendo que a infalibilidade papal (Infalível, ou seja o papa é dotado do poder de não errar nas questões pertinentes à fé e aos costumes de Deus quando pretende conferir uma decisão universal), é a blasfêmia que coroou o Papado.

- Ano 933 d.C. - Instituíram a canonização dos "santos".
- Ano 1184 d.C. - Iniciou-se a inquisição.
- Ano 1190 d.C. - Instituiu-se a venda de indulgência, ou seja pagar pelo pecado; "venda da salvação".
- Ano 1200 d.C. - A hóstia passou a substituir a ceia.
- Ano 1215 d.C. - Decretaram a transubstanciação, ou seja presença real de Cristo na eucaristia pela mudança na substancia do pão e do vinho, na do corpo e sangue de Jesus.

- Ano 1517 d.C. - O Monge Martinho Lutero encontrou a Bíblia ( a qual não era permitida ler por quem não fosse bispo ou papa ), inspirou-se em Paulo - Romanos 1.17 "O justo viverá pela fé." Raciocinou que a salvação nos é dada por Cristo e não pelos ritos, sacramentos e penitências receitadas pelo catolicismo.

- Ano 1529 d.C. - Clemente VII, tentou impedir na Alemanha que o Evangelho fosse pregado, intitulando-os de "Protestantes". Os Cristãos não católicos, fizeram um protesto contra essa pretensão do Papa e por isso receberam este nome, aplicado hoje a parte dos Evangélicos (Luteranos, Presbiterianos, Wesleyanos)

- Ano 1546 d.C. - A Igreja Católica inclui os "livros apócrifos" (Baruc, Macabeus,Tobias,Judite,Sabedoria) na Bíblia, livros sem validade, cuja autenticidade não se provou, livros de assuntos sagrados os quais para a Igreja Católica, são frutos de inspiração somente daqueles que têm o poder de falar com Deus (O Papa Segundo os Católicos).

- Ano 1854 d.C. - Criou-se o dogma da Imaculada Conceição.

- Ano 1870 d.C. - Reforçou-se a infalibilidade papal, ou seja o Papa é infalível perante a interpretação de Deus.

- Ano 1950 d.C. - Decretou-se a "Assunção de Maria".

Nota : Mesmo antes do ano 1184 (Período da inquisição), onde aqueles que eram contrários à vontade da Igreja Católica eram perseguidos, mortos em fogueiras como feiticeiros e etc.; mesmo antes das reformas da Igreja Católica, os líderes e igrejas, não católicas foram perseguidas pelos Papas.


Entre eles estavam os: Petrobusianos, os Albigenses, os Valdenses, os Anabatistas (Batistas) entre outros.


Em coletiva, presidente Lula brinca com humorista de TV

Em coletiva, presidente Lula brinca com humorista de TV

Ezequiel Fagundes
Publicação: 31/10/2010 12:36 Atualização: 31/10/2010 14:48

Em entrevista coletiva em São Bernardo do Campo (SP) na manhã deste domingo (31/10), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva brincou com a apresentadora Sabrina Sato, do programa Pânico na TV. Confira trechos.

Sabrina Sato - Não é injusto o senhor ficar desempregado a partir de janeiro?

Lula - Olha, eu...Quem sabe não vou trabalhar com você.

Sabrina Sato - Ah! Vem trabalhar comigo! Você está convidado.

Lula - Eu tenho muita coisa para fazer no Brasil. Tenho uma relação muito forte com o movimento social. Tenho interesse em fazer que as experiências bem-sucedidas do país, sobretudo na área social, sejam socializadas com países africanos e latino-americanos.

Temos que construir uma solidez ainda forte na América Latina. A integração não é total, vai levar algum tempo ainda. Tenho convicção de que nunca haverá tempo para uma pessoa que construiu a relação que eu construí - seja política, sindical, com movimento social ou empresários - e ficar parado. Ou seja, vou ter muitas tarefas. Mas a única coisa que não quero é ter tarefa dentro de um governo e dentro de um partido. Também não quero voltar para dentro de um partido.

Sabrina Sato -Exterminar tucano não é crime ambiental?
Lula - Não há extermínio, apenas uma disputa política e vai ter um vencedor. Nós não vamos jamais exterminar porque nós somos democráticos e queremos a convivência democrática na adversidade.