Projeto Tenda da Esperança na Festa da Penha causa revolta em católicos

Na última terça-feira, 29 de Março, o Jornal Notícia Agora (Vitória-ES), trouxe uma curta matéria com o seguinte título: "Disputa por fiéis vai começar",com o subtítulo "polêmica religiosa". O jornal diz que "Evangélicos preparam movimento para marcar presença também na tradicional Festa da Penha".

Segundo o Notícia Agora, a iniciativa da Convenção Batista do Espírito Santo de trazer para a próxima edição da Festa da Penha o Projeto Tenda da Esperança, tem causado revolta entre os católicos, e principalmente àqueles que são responsáveis pela organização da Festa da Penha. Ainda, segundo o Jornal, o  Projeto Tenda da Esperança tem como uma de suas finalidades evangelizar romeiros durante o evento e também abrir uma igreja no bairro Ilha do Ayres, em Vila Velha.

Segundo a responsável pela Romaria das Mulheres e das Mães, essa iniciativa dos Batistas é um gesto de infantilidade religiosa. "Fico triste como, em pleno século XXI, ainda fazem ataques religiosos. Parece que ainda não cresceram na fé. Todo mundo tem que respeitar o gesto do outro. Quem está na Festa da Penha é porque acredita, não esta sendo obrigado e não precisa ser abordado", desabafa.

Ela ainda diz que em nenhum momento houve, por parte da Igreja Católica, a iniciativa de se tentar qualquer tipo de evangelização no Jesus Vida Verão, que é um evento evangélico realizado todo ano na Praia da Costa.

O pastor da Primeira Igreja Batista de Vitória, Oliveira de Araújo, destacou que o objetivo é levar uma mensagem de esperança. "...Todos ali são livres. Ninguém vai tentar mudar a cabeça de ninguém", disse o pastor. Ele ainda esclareceu dizendo que não haverá nenhum confronto ao trabalho das romarias.

Já para Antônio Saiter, que faz o andor para a imagem da santa, é uma falta de respeito. "Todos sabem que a Igreja Batista não cultua Maria. Indo lá, eles estarão contra o que estamos pregando", disse.

A Arquidiocese de Vitória alegou não ter conhecimento detalhado sobre a iniciativa da Convenção Batista e informou ainda que não se manifestará, agora, sobre a implantação do Projeto Tenda da Esperança durante a Festa da Penha.

Um comentário:

  1. Primeiramente, fico feliz em ver uma nova postagem sua, polêmica como sempre.
    Questão delicada, mas acredito que os batistas devem sim tentar arrebatar alguns fiéis nesta festa pagã. Apenas Jesus deve ser cultuado, não "virgens" Marias e estatuas.
    Sabemos que Maria teve outros filhos além de Jesus e isso, de modo algum tira dela sua santide, dignidade ou respeito, ao contrário a enobrece ainda mais.
    Nem Jesus cultuou Maria. Lembra do episódio onde dizem a jesus que sua mãe e irmãos estavam aguardando para falar com ele, ao qual ele responde: quem são meus irmão e quem é minha mãe?
    Não quero julgar os que pensam o contrário, tenho feito isso em demasia e creio que com estes meus julgamentos tenho ofendido a Deus, mas é difícil ficar de boca fechada diante de tanta hipocrisia, não concorda?
    Sou luterano de batismo, mas acredito acima de tudo na Bíblia, na palavra de Deus, apenas, mas fico feliz de pertencer a uma religião que não me deu ensinamentos falsos.
    Cara, se um dia eu tiver a sorte e felicidade de ficar frente a frente com nosso Deus, tenho certeza que ele vai me dar a maior bronca de todas, por não ter aprendido a ficar de boca fechada algumas vezes.
    Um abraço
    Siegmar

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar meu blog!