Devolva a menina pastor!

Lendo o Jornal A Tribuna (Vitória-ES) no dia  21 de Abril me deparei com o seguinte título na pagina de Cidades: "Briga por guarda de menina de 4 anos". 


Pedreiro diz que deixou  a filha com um pastor para que ela fizesse um tratamento médico, mas agora quer a menina de volta.


O pedreiro Isaías Engelhardt, de 51 anos, luta na Justiça contra um pastor de uma igreja evangélica de Castelo Branco, Cariacica, pela guarda de uma criança de  4 anos.


A menina é filha do pedreiro e ele afirmou  que deixou a família do pastor levá-la para Vila Velha Há 8 meses para cuidar de uma deficiência congênita (pés tortos).


Segundo o advogado de Isaías, Luiz Otávio Lara, o pastor entrou com um pedido de guarda. o pai biológico tem até segunda-feira (25) para entrar com defesa na Justiça.


O nome do pastor não está sendo divulgado porque ele preferiu não dar entrevista, já que o processo está em segredo de Justiça.


Isaías contou que a família do pastor foi até sua casa, em Castelo Branco, para oferecer ajuda. "Deram o telhado para eu colocar em minha casa e pegaram a criança, porque disseram que iam tratar dela. Ela não conseguia andar direito, tem o pé torto. Ela ficou com eles e até fez operação. Mas agora não querem mais me dar a menina de volta".


Isaías destacou que nunca pediu para a família do pastor adotá-la e que teria sido enganado por ele, porque não sabe ler nem escrever. "Antes eu via sempre a menina e agora nem me deixam mais vê-la, porque disseram que a juíza falou que não era para eu pegar a menina. Eu assinei há alguns meses um termo para ela poder viajar e fazer exames. Mas me enganaram,porque achei que eles só iam ficar com ela durante o tratamento. Porém agora eles querem minha filha."


A mulher de Isaías morreu há dois anos e ele vive com mais um filha, de oito anos, sozinho. O pedreiro afirmou que sempre deu muito amor às crianças. "Nunca bati nas minhas filhas. Dou muito amor e carinho. Agora vou pedir a juíza para ficar com ela.".


Ontem ( Quarta-feira, 20 de Abril), foi realizada uma audiência preliminar com o pai e o casal que entrou com o pedido da guarda. Segundo o advogado de Isaías, a juíza deu guarda provisória para o pastor, já que a menina precisa de cuidados e esta fazendo tratamento.


Na segunda-feira, o advogado vai entrar com defesa para tentar retomar a guarda. A juíza Richarda Littig da vara da Infância e Juventude de Vila Velha, disse que não pode se pronunciar, pois o caso está em segredo de Justiça.


Jornal A Tribuna, 21 de Abril de 2011.

Um comentário:

  1. Eu nunca vi um pastor querer roubar filha dos outros, Isaias Engelhardt é meu tio, eu tenho acompanhado essa historia desde o inicio, o pastor e as esposa dele se apresentaram como "Servos de Deus" e disse que estava apenas querendo ajudar, agora eles simplesmente estão dizendo que não devolveram mais a menina. Mas tem aquilo, ele é pedreiro, esse pastor tem um cargo alto na policia militar e tem uma vida estavel, lógicamente nossa justiça como sempre cega dará a guarda da menina para esse pastor que resumidamente roubou a minha prima.

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar meu blog!