A cantora Rosana se converteu ou não?

Na página Religião do Jornal A Tribuna (Vitória-ES) do dia 30 de Agosto me deparei com o título: "Rosana em versão gospel".

E prossegui a leitura: Agora, na música "O Amor e o Poder" ela canta "Como o meu Deus", e não mais "Como uma deusa você me mantém".

A cantora Rosana, 49 anos, que fez sucesso na década de 80 com a música "O Amor e o Poder", aquela dos versos "Como uma deusa você me mantém..." está de volta. Mas agora ela assina Rosanah Fienngo, virou evangélica e está lançando uma versão gospel de seu maior hit, "Como Meu Deus".

Ela afirma que sempre foi cristã, mas que teve, sim, um encontro com a RELIGIÃO em 2000, depois de viver uma experiência sobrenatural.

"Comecei a questionar algumas coisas e a sentir falta de algo que preenchesse um vazio, depois que minha mãe morreu. Depois perdi um bebê. Na época, comecei a ler a Bíblia e frenquentar a Igreja Renascer, em São Paulo.

Mas Rosana destaca que foi no Rio de Janeiro, em 2000, que teve uma experiência muito forte. "Entrei em uma igreja e senti como se Deus falasse comigo.Ele dizia que era para eu não me preocupar com nada, que eu ficaria grávida e tudo daria certo. Um mês depois eu estava esperando o Davy", lembra.

Segundo a cantora, esse episódio ajudou a reforçar sua fé. Logo depois, ela conheceu a Cláudia Valente, que a levou para a Igreja Batista, e com quem desenvolve agora um trabalho gospel.

Segue abaixo a entrevista que Rosana deu ao Jornal A Tribuna:

A Tribuna - Não teve medo de fazer uma versão de um grande sucesso e não dar certo?

Rosana - O disco 'Nascer de Novo', é da Cláudia, que é uma grande irmã, e que teve a inspiração para fazer a versão de 'O amor e o Poder'. Ela me mostrou, gostei e topei gravar.

A Tribuna - Agora você só canta músicas evangélicas?

Rosana - Sou convertida há muito tempo, mas continuo cantando músicas seculares. Minha fé não impede meu trabalho. Só agrega. Topei esse projeto porque acredito demais na música gospel.

A Tribuna - Como é seu show?

Rosana - Continuo cantando minhas músicas, algumas gopel, músicas de outros cantores.

A Tribuna - O fato de ter se convertido afastou seu público? Sofreu preconceito?

Rosana - Senti preconceito na igreja. Não foi no secular, não. Na igreja teve o maior preconceito. Muita gente não entendia o fato de eu estar lá e continuar cantando minhas músicas. Mas, como eu estava de coração puro, isso acabou. Consegui unir o secular e o gospel, e hoje vários fã meus vão para a igreja, acabaram se convertendo também.

A Tribuna - Voce sempre teve um público gay muito fiel. Como foi essa junção?

Rosana - A maioria dos gays que conheço é da igreja. Não julgo a vida de ninguém. Sigo só o que Jesus manda, e Ele não tinha esse tipo de preconceito. Continuo cantando para todo mundo.

A Tribuna - Sonha emplacar uma música gospel em trilha sonora de novela?

Rosana - Ah, claro! Não é impossível Já aconteceu com a Aline Barros.


Jornal A Tribuna (Vitória-ES), 30 de Agosto de 2011

Segundo site da Rede Catarinese de Rádios , a cantora Rosana agitou boate GLS com o hit 'O Amor e o Poder'. Ela cantou na casa noturna Sinônimo, no Rio de Janeiro, numa noite de sexta-feira, dia 29 de julho de 2011 .
Rosana subiu ao palco e foi ovacionada pelo público, que foi ao delírio quando a artista cantou sua música de maior sucesso.

Como diz meu amigo radialista Sandro Venturini: "Durma com um barulho desse!"



E ai, meu amigo leitor, o que você acha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar meu blog!