Pastor detido acusado de agredir filhos

Quem leu o Jornal A Tribuna (Vitória-ES) do dia 18 de Outubro, viu que um pastor de 45 anos, foi acusado pela ex-mulher, uma cozinheira de 35 anos, de bater nos dois filhos,uma menina de 7 anos e um menino de 10 anos, em Cariacica-ES.


Ele é pastor da Igreja Pentecostal Porta Estreita Caminho do Céu  (?!) e tem a guarda das crianças.

Após ser denunciado pela ex-mulher, o pastor foi detido e encaminhado ao Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Cariacica no dia 14 (sexta-feira), porém, foi liberado depois de pagar uma fiança de R$ 300.

Segundo a ex-mulher do pastor, que mora no mesmo bairro que ele, um vizinho a avisou por telefone sobre o que estava acontecendo."Fui para casa dele e quando cheguei lá meus filhos estavam sozinhos e machucados. Liguei para a polícia, que foi até lá e o prendeu em flagrante", disse a mãe das crianças agredidas.

Ela ainda contou que esta não é primeira vez que seu ex-marido bate nas crianças e revelou que existe um processo contra ele. A ex-mulher do pastor contou ainda que os filhos não tinham brinquedos e que não podiam brincar com outras crianças.

"Quando meus filhos estavam comigo, andavam arrumados e limpos, pois sempre fiz o possível para cuidar deles. Com o pai, eles usam roupas sujas e rasgadas e vivem presos dentro de casa. O motivo das agressões é que as crianças querem brincar ele não deixa", disse a ex-mulher do pastor.

Ela disse ainda que a filha não consegue fazer amizades na escola, pois além de andar com roupas desarrumadas, ele não deixa a garota tomar banho (???) e ela vai exalando mau cheiro para a escola. "Então as outras crianças não deixam ela brincar junto. Isso é constrangedor", disse a mulher.

As crianças também contaram que o pai não gostava de deixar elas brincar com outras na rua. E além disso, eram obrigados a ajudar nas tarefas domésticas, como varrer a casa e lavar a louça. O menino disse que sempre apanhou do seu pai e, por conta disso, quis até fugir de casa. A criança ainda disse que o pai não deixava ela brincar e, quando desobedecia, apanhava. " Aquele dia eu estava brincando com os meninos na rua, na frente de casa. Só queria brincar com os garotos", disse o menino.

Além de ter apanhado de cinto no dia 14 de Outubro, o garoto disse ainda que após a agressão o pai ainda jogou uma pedra nele (!), que acertou em sua orelha. 

A menina disse que quer morar com a mãe, e que seu maior sonho é ganhar uma boneca Barbie. "A Barbie é bonita e quando eu crescer quero ser igual a ela", disse a menina.

"Quero apenas educar meus filhos"

O pastor acusado de bater no casal de filhos de 7 e 10 anos negou as agressões e disse que apenas segue os ensinamentos da Bíblia.


"Não sou agressor. Quero apenas educar  meus filhos. A Bíblia orienta que a gente corrija os filhos, como em Provérbios que diz ' O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama desde cedo o castiga'", disse o pastor.

Segundo ele, como a menina tem a pele clara, ficou com a marca do cinto, o policial acreditou na agressão e o levou preso. "Dei três cintadas em cada um deles pela desobediência , mas não foi espancamento. Posso ter errado pela Lei da Terra, mas sei que estou certo pelas leis de Deus", disse ele.

O pastor afirma inocência e diz que o que acontece é que a ex-mulher o está perseguindo para ter a guarda dos filhos, e dessa forma, garantir a pensão. " Desde que conquistei a guarda deles, ela interfere na criação. Vem aqui e fica jogando pedras e gritando, e só ensina coisas erradas para eles. Eu educo de acordo com a palavra de Deus", comentou o pastor.

Ele negou ainda agressões com mangueira ao menino há alguns meses...

"Estou sofrendo com isso, mas vou lutar pelos meus filhos pois sei que aqui comigo será melhor. Assumo o que fiz, mas digo que não espanquei, apenas corrigi."

Desabafos


"Quero ser modelo quando crescer. Agora vou ficar com minha mãe porque ela não me bate"
Menina de 7 anos

"Seria bom se alguém batesse nele para ele sentir o que meus filhos sentiram. Quero cuidar deles" 
Mãe das crianças agredidas

"Meu sonho é ter um carrinho de controle remoto. Estou magoado com meu pai e com raiva dele"
Menino de 10 anos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar meu blog!