Adolescente encontra celular de R$ 800 dentro de ônibus e faz questão de devolvê-lo ao dono

27/12/2011 - 12h45 - Atualizado em 27/12/2011 - 12h45, no Gazeta Online

Alcimar Moreira, de 18 anos, não possui um aparelho móvel, mas mesmo assim deu exemplo raro de honestidade

Murilo Cuzzuol
EQUIPE EU AQUI

O que você faria se encontrasse um celular novinho, que custa R$ 800, dentro de um ônibus? O jovem Alcimar Moreira, 18 anos, que ainda não possui um aparelho móvel, não pensou duas vezes: ele queria devolver o celular ao verdadeiro dono.
foto: Arquivo Pessoal
Alcimar Moreira
Alcimar guardou o aparelho que achou, levou para o estágio e contou aos colegas de trabalho o que tinha ocorrido. Logo encontraram a dona
Essa história de exemplo de dignidade e caráter começou no dia 22 de dezembro, quando o adolescente seguia para o estágio, no Centro de Vitória. Ele estava no Transcol, linha 509, quando no chão do coletivo avistou o aparelho. "Eu havia saído de Novo Horizonte na Serra e estava a caminho do meu antigo estágio. Vi o celular no chão. Peguei e perguntei aos passageiros quem era o dono, mas ninguém respondeu", contou.

Alcimar guardou o aparelho, levou para o estágio e contou aos colegas de trabalho o que tinha ocorrido. Como o jovem é de família humilde e não possui um aparelho, os amigos disseram para ele ficar com o celular.  "Por impulso ele concordou inicialmente em ficar com o aparelho, porém demonstrava no semblante que aquela atitude o deixava desconfortável", lembrou a auxiliar de informática Ingrid Tavares, de 43 anos, que trabalhava com Alcimar.

"Falei para ele ficar com o celular. Disse que não estava errado, pois não havia feito nada de errado. Entretanto, notei que mesmo concordando conosco o Alcimar estava incomodado. Perguntei o que estava acontecendo e ele respondeu que o aparelho não era dele. Fiquei sem saber o que fazer na hora. Só para terem uma ideia de como ele é simples, o Alcimar não ficava nem com o dinheiro que ganhava no estágio. Ele o entregava para a mãe e assim ajudava nas despesa de casa", contou Ingrid.

O gesto do adolescente surpreendeu a auxiliar. "É uma situação que não estamos acostumados a ver. Naquele momento, se estivesse no lugar do dele, certamente ficaria com o aparelho para mim. A atitude que o 'Mamá' teve foi muito nobre", disse.

Dona encontrada

Decidido a devolver o aparelho, Alcimar pediu à colega de trabalho que procurasse pelo verdadeiro dono. "Eu sabia que o telefone não me pertencia e sabia que alguém estaria muito triste por tê-lo perdido. Foi aí que falei com a Ingrid para me ajudar a encontrar o proprietário. Não posso ter comigo algo que não é meu", explicou ele. 

Pela memória do aparelho eles conseguiram localizar a proprietária, que se chama Rachel, moradora de Vila Velha. A auxiliar de informática disse que a mulher chegou a se emocionar com a história. "Ela chegou a chorar quando soube que o celular havia sido encontrado e que a pessoa queria devolvê-lo. Marcamos um encontro no fim do dia, próximo à minha casa, no bairro São Pedro, em Vitória, para devolver o aparelho", explicou.

Gentileza gera gentileza

foto: Arquivo Pessoal
Alcimar Moreira
Atrás do sonho: Alcimar (centro) foi aprovado em um projeto social e quer ser jogador de futebol
Alcimar, Ingrid e Rachel se encontraram e o telefone foi finalmente devolvido à proprietária. Comovida com a atitude nobre do jovem, a dona do aparelho comprou um outro celular e o entregou para Alcimar como forma de agradecimento pelo ato que havia tomado.

Novos caminhos

O contrato de estágio de Alcimar venceu e agora o 'Mamá' deixa saudade para a equipe. Mas o novo caminho do jovem pode ser ainda mais brilhante.

Alcimar foi visto por um olheiro de futebol e chamado para participar de um projeto social patrocinado pela Vale. "Ele está correndo atrás do sonho. E digo mais, o Alcimar vai longe, pois joga muita bola e tem futuro no esporte", garantiu Ingrid.  

Tímido e de poucas palavras, Alcimar disse estar muito satisfeito com tudo o que aconteceu e vem acontecendo. "Só fiz o que tinha que ser feito e estou feliz por ter escolhido a coisa certa. Agora vou me esforçar para ser um jogador de futebol".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar meu blog!