As Testemunhas de Jeová e a falácia dos 144.000

Sem dúvida você, amigo leitor, já foi abordado por um adepto das Testemunhas de Jeová. Várias vezes foram em minha casa tentando me fazer um dos seus seguidores, mas sempre os desafiei, dizendo: "Eu vou ouvir vocês, mas vocês terão que me ouvir também. Caso contrário, tenho mais o que fazer...".Há muitos anos, eles vêem batendo de porta em porta, tentando enfiar goela abaixo seus ensinamentos. São muitas as suas falácias, mas hoje vou discorrer, em poucas palavras, sobre a idéia de que somente 144.000 almas estarão na glória. Vamos fazer uma breve análise de alguns textos do livro de Apocalipse, pois é neste livro que encontramos a referência aos 144.000.

As Testemunhas de Jeová ensinam que somente 144.000 irão para a glória, mas ao discorrermos sobre o contexto veremos que isso é um engano. No mesmo capítulo em que são mencionados os 144.000, que são os israelitas salvos de perigos eminentes, vemos que João teve a visão dos mártires na glória, e ele relata o seguinte: "Depois destas coisas olhei, e eis AQUI uma multidão, a qual ninguém podia contar...que estavam diante do TRONO..."( Apoc 7.9). Veja que João usou um advérbio de lugar. Mas onde João se encontrava quando teve essa visão? Vamos voltar um pouquinho atrás, no capítulo 4.1,2. João dizia: "Depois destas coisas, olhei, e eis que uma porta estava aberta NO CÉU; e a primeira voz, que como de trombeta ouvira falar comigo, disse: 'Sobe AQUI, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer'. E logo fui arrebatado em espírito, e eis que um trono estava posto NO CÉU..." Em Apocalípse 7.9, mencionado um pouco a cima, lemos que a grande multidão estava "diante do TRONO e do Cordeiro". Acabamos de ler que este TRONO "estava posto NO CÉU" (Apoc 4.2).

Continuando, leiamos o seguinte: "Por isso estão DIANTE DO TRONO de Deus, e o servem de dia e de noite no seu TEMPLO..." (Apocalipse 7:15). Veja que o trono está no céu...Mas onde se encontra o templo no qual a grande multidão servia á Deus? "E abriu-se NO CÉU o templo de Deus..." (Apocalipse 11:19). Em Apocalípse 14.17 nos diz: "E saiu do TEMPLO, que está no céu, outro anjo...". Está claro que aquela multidão, a qual ninguém podia contar, de Apoc 7.9, foi vista NO CÉU por João. E os 144.000 era parte dessa multidão. Não lemos que os restantes dos salvos estarão habitando a Terra na eternidade, pois essa, juntamente com o céu que vemos ( o firmamento) se aguarda para o fogo ( II Pedro 3.7), " e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão" (II Pedro 3.10).
E saiu do templo, que está no céu, outro anjo
Apocalipse 14:17
E saiu do templo, que está no céu, outro anjo
Apocalipse 14:17
E saiu do templo, que está no céu, outro anjo
Apocalipse 14:17

Não nos deixemos levar por doutrinas várias e estranhas, conforme somos orientados em Hebreus 13.19. Tomemos cuidado para que ninguém nos faça suas presas por meio dessas vãs sutilezas (Colossenses 2.8). Não somos deste mundo, pois "a nossa cidade está nos céus" (Filipenses 3.20), e lá é a nossa morada definitiva, onde estaremos sempre com o Senhor (II Tessalonicenses 4.17) naquele novo céu e nova terra já prometidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar meu blog!