Prostre-se em adoração somente a Jesus!


"E, entrando na casa, acharam o menino COM MARIA SUA MÃE e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra." (Mateus 2.11).

Na letra de um louvor: "O que fazer diante de um Deus tão glorioso?... Adorar, adorar, e prostrado ficar rendido...". 
Os magos estavam diante de um Deus tão glorioso e, reconhecendo isso, eles se prostraram a Ele o adorando e Lhe ofertaram dádivas: ouro, incenso e mirra.

Porque esses homens, ao se prostrarem adorando a Jesus, ofertaram-Lhe ouro, incenso e mirra? Essas três ofertas tem seus significados. 

1º . O ouro representava a perfeição divina e dignidade real. Os Evangelhos nos falam da divina Pessoa de Jesus, e como o ouro era algo ofertado aos reis, essa dádiva indica que Jesus é o Rei. O ouro também nos mostra a finalidade de Sua vinda, ou seja, a instituição do Seu reino divino sobre esta terra. Penso que o ouro foi citado em primeiro lugar porque este é o alvo perfeito e original de Deus.

2º. O incenso representa espiritualmente o aroma da vida de Cristo. Tudo o que fez e falou, por onde quer que andasse, em todas suas obras e em toda sua vida, Jesus foi um aroma agradável diante de Seu Pai. O incenso, portanto, fala da fragrância do homem sem pecado que foi Jesus. Essa oferta simboliza a perfeição da vida de Jesus, totalmente sem pecado. Cristo foi o "Cordeiro sem defeito e sem mácula" ( I Pedro 1.19). 

3º . A mirra origina-se de um vegetal espinhoso de madeira cheirosa. Ela tem um gosto amargo e também podia ser usada como anestésico. Essa oferta de mirra fala dos sofrimentos de Jesus que, mesmo que sua vida toda foi um aroma suave diante de Deus Pai, foi perseguido desde criança, sofreu muito. A mirra provém de uma erva amarga e nos fala dos sofrimentos e amarguras que Jesus iria sofrer. E Ele sofreu (Mateus 2.13; Lucas 4.29;  João 5.16) e até tentaram matá-LO (João 5.. 18). Na crucificação de Jesus deram deram a ele "vinho com mirra, ele, porém, não tomou" (Marcos 15.23).  Jesus também carregou"em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados" (I Pedro 2.24). A  mirra simbolizava esses e outros demais sofrimentos de Jesus. 

E porque aqueles homens se prostraram só diante de Jesus e adoraram somente a Ele ofertando-Lhes dádivas? "O, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do SENHOR que nos criou." (Salmos 95:6). Jesus é o SENHOR que nos criou. A Bíblia nos diz que "todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez." (João 1.3). Os magos estavam se prostrando  de joelhos, diante do SENHOR que os criou, um Deus tão glorioso! Diante Dele é que estavam prostrados! 

Observe que destaquei a expressão "com Maria sua mãe" no primeiro texto bíblico que citei. Ora, Maria estava ali junto com seu filho Jesus, mas somente Ele foi adorado. O magos só se prostraram DIANTE DE JESUS! Certa vez, perguntei a um religioso sobre esse fato, mas não houve resposta. E eu insisto em perguntar: Porque esses homens NÃO se prostraram diante de Maria e NÃO a adoraram ofertando-lhe dádivas? Eu encontro a resposta em Isaías 42.8, onde o Senhor diz: "Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; A MINHA GLÓRIA, pois, a outrem NÃO DAREI, nem o meu louvor às imagens de escultura." O SENHOR está dizendo que não dá a sua glória a ninguém e a nada. Ele não divide sua glória e nem o seu louvor! É só Dele. De fato, a Bíblia também nos diz que o nome de Jesus está acima de todo o nome (Filipenses 2.9). "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos." (Atos 4.12). O salmista diz: "Dai ao SENHOR a glória devida ao seu nome, adorai o SENHOR na beleza da santidade." (Salmos 29:2). Jesus é o SENHOR, e em Mateus 21.6-9 só Jesus foi adorado. Ele foi adorado quando subiu aos céus (Lucas 24. 51-52). Certo homem que fora curada por Jesus O adorou depois de confessar crer Nele ( João 9. 35-38). Uma mulher cananéia adorou a Jesus, clamando: "Senhor, socorre-me!" (Mateus 15:25). 

Não só no Natal, mas no decorrer de todos os anos, meses e dias, Jesus deve ser unicamente adorado. Quem reconhece que Cristo é digno, que Ele é um Deus tão glorioso, diante Dele somente irá se prostrar e somente a Ele adorará. E também, farão isso aqueles que acreditam, confessam e professam que o nome de Jesus está acima de qualquer outro nome e que somente em Jesus há salvação. Prostre-se em adoração somente a Jesus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar meu blog!