Valdemiro Santiago "se denomina apóstolo e é conhecido por pregar de chapéu e atrair multidões" diz notíciário do Espírito Santo

Neste sábado (10) o apóstolo Valdemiro Santiago faz a chamada "Concentração de Milagres" na Praça do Papa ( agora o Papa vai ser mundiano), em Vitória, aqui no Espírito Santo. Hoje, ao entrar no site do Gazeta Online estava a notícia sobre o culto. De capa, o título era: "Pastor dos milagres atrai multidão". Além disso, o texto da matéria diz que ele "se denomina apóstolo e é conhecido por pregar de chapéu e atrair multidões".

 

Com o título "Em busca de milagres, fiéis lotam a Praça do Papa para ver pastor Valdemiro Santiago" veja a matéria completa abaixo...

Samanta Nogueira
Rádio CBN Vitória (93,5 FM)
foto: Valdemiro Santiago
Evento reúne milhares em Vitória
Valdemiro Santiago promete milagres
Os fiéis da Igreja Mundial do Poder de Deus lotam a Praça do Papa, na Enseada do Suá, em Vitória, para participar do culto com o líder religioso Valdemiro Santiago, que se denomina apóstolo e é conhecido por pregar de chapéu e atrair multidões. Pessoas de diversas cidades do Espírito Santo fizeram caravanas para a comemoração do 14º aniversário da igreja e até dormiram na praça para não perder o evento. Na manhã deste sábado, milhares de pessoas já estavam no local. 

Um dos responsáveis pela Igreja Mundial no Estado, o bispo Cristiano Simões, disse que a expectativa é atrair um público de cerca de 60 mil pessoas, embora a capacidade da praça seja para 20 mil. Segundo ele, as pessoas buscam o culto com o apóstolo para alcançar um milagre. "É um momento de adoração e de falar com Deus. Esse evento é para aproximar as pessoas de Deus já que o marco da igreja são os milagres."
foto: Samanta Nogueira
A aposentada Marina Machado Moraes, 69 anos, saiu de Linhares para acompanhar o culto na Praça do Papa
A aposentada Marina Machado Moraes, 69 anos, saiu de Linhares para acompanhar o culto na Praça do Papa
A aposentada Marina Machado Moraes, 69 anos, é de Linhares e esteve em Vitória para participar do culto. Ela acredita que receberá um milagre. "Eu vim para receber uma benção. Eu sinto muitas dores nas pernas e tonturas. O apóstolo vai me curar porque, da outra vez que ele veio aqui, eu estava com alguns caroços na perna que desapareceram", disse. Valdemiro Santiago realizou um culto em junho de 2011 na Praça do Papa. 
Comércio

Prevendo a quantidade de fiéis, muitos vendedores ambulantes ocuparam o espaço. Água, refrigerante, pipoca, guarda-chuva, bancos e até pamonha estão entre as mercadorias vendidas na praça.  Porém o objeto mais encontrado na local é o chapéu, uma das marcas do apóstolo Valdemiro Santiago. O acessório pode ser comprado por R$ 15. Além do culto, o público poderá acompanhar também a apresentação musical gospel da Banda Mundial. 

Estado
foto: Samanta Nogueira
Fiéis lotam a Praça do Papa pra culto com Valdemiro Santiago
Fiéis lotam a Praça do Papa para evento
No Espírito Santo existem 120 templos da Igreja Mundial do Poder de Deus. De acordo com o bispo Cristiano Simões, "já está prevista a abertura de mais igrejas este ano no Estado". A Igreja Mundial possui mais de 1.400 templos no país. 

Trízimo
Valdemiro Santiago fundou da Igreja Mundial em 1997, quando se afastou da Igreja Universal do Reino de Deus. Ele é conhecido como o criador do "trízimo", a nova modalidade de arrecadação de ofertas, sendo segundo ele,"10% para o Pai,10% para o Filho e 10% para o Espírito Santo".

Prisão
Em 2003, ele foi preso durante uma blitz em Sorocaba. Ele estava levando consigo uma escopeta, duas carabinas e munição. Mais armas e munição foram apreendidas em sua casa. Santiago alegou que as armas são de caça e estavam sendo levadas para um amigo.

As Testemunhas de Jeová e a falácia dos 144.000

Sem dúvida você, amigo leitor, já foi abordado por um adepto das Testemunhas de Jeová. Várias vezes foram em minha casa tentando me fazer um dos seus seguidores, mas sempre os desafiei, dizendo: "Eu vou ouvir vocês, mas vocês terão que me ouvir também. Caso contrário, tenho mais o que fazer...".Há muitos anos, eles vêem batendo de porta em porta, tentando enfiar goela abaixo seus ensinamentos. São muitas as suas falácias, mas hoje vou discorrer, em poucas palavras, sobre a idéia de que somente 144.000 almas estarão na glória. Vamos fazer uma breve análise de alguns textos do livro de Apocalipse, pois é neste livro que encontramos a referência aos 144.000.

As Testemunhas de Jeová ensinam que somente 144.000 irão para a glória, mas ao discorrermos sobre o contexto veremos que isso é um engano. No mesmo capítulo em que são mencionados os 144.000, que são os israelitas salvos de perigos eminentes, vemos que João teve a visão dos mártires na glória, e ele relata o seguinte: "Depois destas coisas olhei, e eis AQUI uma multidão, a qual ninguém podia contar...que estavam diante do TRONO..."( Apoc 7.9). Veja que João usou um advérbio de lugar. Mas onde João se encontrava quando teve essa visão? Vamos voltar um pouquinho atrás, no capítulo 4.1,2. João dizia: "Depois destas coisas, olhei, e eis que uma porta estava aberta NO CÉU; e a primeira voz, que como de trombeta ouvira falar comigo, disse: 'Sobe AQUI, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer'. E logo fui arrebatado em espírito, e eis que um trono estava posto NO CÉU..." Em Apocalípse 7.9, mencionado um pouco a cima, lemos que a grande multidão estava "diante do TRONO e do Cordeiro". Acabamos de ler que este TRONO "estava posto NO CÉU" (Apoc 4.2).

Continuando, leiamos o seguinte: "Por isso estão DIANTE DO TRONO de Deus, e o servem de dia e de noite no seu TEMPLO..." (Apocalipse 7:15). Veja que o trono está no céu...Mas onde se encontra o templo no qual a grande multidão servia á Deus? "E abriu-se NO CÉU o templo de Deus..." (Apocalipse 11:19). Em Apocalípse 14.17 nos diz: "E saiu do TEMPLO, que está no céu, outro anjo...". Está claro que aquela multidão, a qual ninguém podia contar, de Apoc 7.9, foi vista NO CÉU por João. E os 144.000 era parte dessa multidão. Não lemos que os restantes dos salvos estarão habitando a Terra na eternidade, pois essa, juntamente com o céu que vemos ( o firmamento) se aguarda para o fogo ( II Pedro 3.7), " e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão" (II Pedro 3.10).
E saiu do templo, que está no céu, outro anjo
Apocalipse 14:17
E saiu do templo, que está no céu, outro anjo
Apocalipse 14:17
E saiu do templo, que está no céu, outro anjo
Apocalipse 14:17

Não nos deixemos levar por doutrinas várias e estranhas, conforme somos orientados em Hebreus 13.19. Tomemos cuidado para que ninguém nos faça suas presas por meio dessas vãs sutilezas (Colossenses 2.8). Não somos deste mundo, pois "a nossa cidade está nos céus" (Filipenses 3.20), e lá é a nossa morada definitiva, onde estaremos sempre com o Senhor (II Tessalonicenses 4.17) naquele novo céu e nova terra já prometidos.

Jesus não disse para examinarmos as Escrituras

Calma! Não se assuste com o título deste texto. Não sou contra à leitura da Bíblia! Muito pelo contrário, gosto de ler e meditar nas Sagradas Escrituras sem desconsiderar as regras ortográficas.O assunto em questão é alguns ensinadores darem sentido à uma passagem bíblica contraditório ao que realmente ela quer nos mostrar.Falo de João 5.39 que diz: "Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam..."

Muitas vezes escutei, e até hoje escuto, pregadores,pastores, professores de Escola Bíblica, falarem: "Jesus disse: 'Examinais as Escrituras...". Um adventista, constantemente, tenta transmitir para pessoas de outras igrejas, até mesmo para mim, que deve-se guardar a Lei mosaica, e diz que até Jesus orientou isso porque ele disse "Examinais as Escrituras...". Usam um versículo isolado do texto bíblico de João 5 criando uma mensagem que não condiz com o contexto. Ignoram também a gramática na leitura do texto e esquecem das conjugações verbais e outras regras da ortografia.

Além de observar tais regras, devemos também pensar em alguns pontos...O que causou aquele discurso e a quem e por que Jesus usou aquelas palavras. No contexto vemos que Jesus havia curado um paralítico em um sábado (João 5.9,10); Jesus também havia declarado ser Filho de Deus e igual a Deus. Uma outra coisa a ser observada é que Jesus falava com os judeus que esperavam em Moisés (João 5.45) e guardavam o sábado. Eles procuraram matar Jesus por esses motivos (João 5.16,18). O judeus, observando a Lei, as Escrituras, pensavam que encontrariam vida eterna fazendo isso. Daí o motivo de Jesus usar tais palavras em João 5.39. Fica fácil entender isso quando lemos o versículo seguinte (40), que diz: "E não quereis vira mim para terdes vida". Quando li esse versículo foi que surgiu essa questão na minha mente...Se Jesus mandou "examinar" as Escrituras no versículo 39, o que ele quis dizer no versículo 40? Então eles se contradizem...Fui então buscar na Bíblia NTLH e encontrei o seguinte: "Vocês estudam as Escrituras Sagradas porque pensam que vão encontrar nelas a vida eterna. E são elas mesmas que dão testemunho a meu favor. Mas vocês não querem vir a mim afim de ter vida" (João 5.39,40). Viu com ficou claro?

Observei também que a expressão "Examinais" não é "Examinai" (na intenção de mandar) como em I Tessalonicenses 5.21 que diz: "Examinai tudo...". O mesmo ocorre em II aos Coríntios 13.5 onde pede-se para examinar:"Examinai-vos a vós mesmos...".  Em João 5.39 o verbo está no Presente do Indicativo: " vós examinais". Por isso na Linguagem Nova há a expressão "Vocês estudam" em João 5.39.  Se Jesus estivesse dizendo para examinar as Escrituras, seria assim: "examinai vós as Escrituras" no Imperativo Afirmativo. 

Vejamos agora as conjugações verbais da palavra EXAMINAR que usei a cima:
 
Presente do Indicativo                     
  eu examino
  tu examinas
  ele examina
  nós examinamos
  vós examinais
  eles examinam
Imperativo Afirmativo
  examina tu
  examine ele
  examinemos nós
  examinai vós
  examinem eles
 





Vamos sim, examinar as Escrituras, mas que não nos esqueçamos que, além de formas de linguagens, existem regras ortográficas à serem consideradas. Que possamos fazer como os crentes de Beréia, que de "bom grado receberam a palavra, EXAMINANDO cada dia nas Escrituras" (Atos 17.11).

Pastor e missionária estupravam meninas de 8 à 15 anos desde 2006 até fevereiro último no Rio de Janeiro

Pastor e missionária são denunciados por estupro no Rio de Janeiro

O pastor Reginaldo Sena dos Santos, de 59 anos, e a missionária Maria de Fátima Costa da Silva, de 58, atuavam em Volta Redonda

AGÊNCIA ESTADO

O pastor Reginaldo Sena dos Santos, de 59 anos, e a missionária Maria de Fátima Costa da Silva, de 58, que atuavam em Volta Redonda (RJ), são acusados pelo Ministério Público de estuprar sete meninas com idades entre 8 e 15 anos, de 2006 até fevereiro último. A denúncia oferecida pela Promotoria à Justiça foi aceita esta semana, dando início ao processo. O casal nega as acusações.

Santos foi preso em flagrante em 4 de fevereiro, em sua casa, depois que a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima que acusava o pastor de abusar de crianças. Quando os policiais foram à casa de Santos, encontraram duas meninas, de 8 e 10 anos que estavam sob a responsabilidade do pastor desde a noite anterior e confirmaram terem sido vítimas de abusos.

Segundo o Ministério Público, o pastor, que era conhecido pelo apelido de Ungido e estava fundando uma igreja pentecostal, tinha a confiança dos adultos do bairro onde morava, que deixavam seus filhos aos cuidados dele para receber aulas de religião e música. As crianças também ganhavam doces do pastor.

Enquanto estavam na casa de Santos, as vítimas recebiam a atenção da missionária Maria de Fátima, que, segundo o Ministério Público, mantém um relacionamento amoroso com o pastor e o auxiliava na prática dos abusos. Por isso ela também foi denunciada. Segundo os relatos das vítimas, o pastor teria praticado conjunção carnal com duas das meninas. As demais teriam sido vítimas de outros tipos de abusos, sem penetração.

O casal responderá por estupro de vulnerável, punido com pena de 8 a 15 anos de prisão. A pena poderá ser aumentada devido a duas qualificadoras: o crime ter sido praticado por duas pessoas e o autor ter autoridade sobre a vítima. Segundo o Ministério Público, o fato de os pais deixarem as crianças aos cuidados do pastor atribui a ele a autoridade que justifica o aumento de pena. O pastor está preso desde 4 de fevereiro, enquanto a missionária foi presa nesta semana, ambos sob ordem de prisão preventiva.

O pastor Reginaldo Sena dos Santos, de 59 anos, e a missionária Maria de Fátima Costa da Silva, de 58, atuavam em Volta Redonda

AGÊNCIA ESTADO/ Gazeta Online

O pastor Reginaldo Sena dos Santos, de 59 anos, e a missionária Maria de Fátima Costa da Silva, de 58, que atuavam em Volta Redonda (RJ), são acusados pelo Ministério Público de estuprar sete meninas com idades entre 8 e 15 anos, de 2006 até fevereiro último. A denúncia oferecida pela Promotoria à Justiça foi aceita esta semana, dando início ao processo. O casal nega as acusações.

Santos foi preso em flagrante em 4 de fevereiro, em sua casa, depois que a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima que acusava o pastor de abusar de crianças. Quando os policiais foram à casa de Santos, encontraram duas meninas, de 8 e 10 anos que estavam sob a responsabilidade do pastor desde a noite anterior e confirmaram terem sido vítimas de abusos.

Segundo o Ministério Público, o pastor, que era conhecido pelo apelido de Ungido e estava fundando uma igreja pentecostal, tinha a confiança dos adultos do bairro onde morava, que deixavam seus filhos aos cuidados dele para receber aulas de religião e música. As crianças também ganhavam doces do pastor.

Enquanto estavam na casa de Santos, as vítimas recebiam a atenção da missionária Maria de Fátima, que, segundo o Ministério Público, mantém um relacionamento amoroso com o pastor e o auxiliava na prática dos abusos. Por isso ela também foi denunciada. Segundo os relatos das vítimas, o pastor teria praticado conjunção carnal com duas das meninas. As demais teriam sido vítimas de outros tipos de abusos, sem penetração.

O casal responderá por estupro de vulnerável, punido com pena de 8 a 15 anos de prisão. A pena poderá ser aumentada devido a duas qualificadoras: o crime ter sido praticado por duas pessoas e o autor ter autoridade sobre a vítima. Segundo o Ministério Público, o fato de os pais deixarem as crianças aos cuidados do pastor atribui a ele a autoridade que justifica o aumento de pena. O pastor está preso desde 4 de fevereiro, enquanto a missionária foi presa nesta semana, ambos sob ordem de prisão preventiva.

Fonte: Agencia Estado e Gazeta Online

Depois do sucesso da toalha ungida a Igreja Mundial vende a botija da multiplicação por R$ 153,00

Muitos de nós, defensores do Evangelho genuíno de Cristo, ouvimos falar em tantos objetos consagrados e ungidos que estão sendo oferecidos e vendidos por algumas igrejas aos seus seguidores que já nem levamos a sério essas crendices gospel. É toalha ungida, rosa ungida, é martelo da determinação, sal grosso, sabonete consagrado, entre outros...Tudo tendo uma aparência de "poder de Deus", porém, fora dos ensinamentos de Cristo e feito para iludir o povo. Agora, a novidade na Igreja Mundial  é a Botija da Multiplicação vendida por apenas R$ 153,00!

Confesso que às vezes perco um pouco do meu tempo assistindo ou ouvindo as mentiras, brigas, aberrações e superstições desses bispos e apóstolos...Não é todos os dias, mas no dia 05 deste mês (segunda-feira), sem querer, ao mudar de canal, vi o apóstolo Valdobico ( o bicudo) afrontando o seu adversário Macedo e em meio aqueles ataques, o apóstolo começa a falar de uma tal "concentração muito forte" que ele teria neste dia. Logo depois ele apresenta mais uma crendices para seus seguidores - a Botija da Multiplicação. No programa dessa segunda pela televisão eram centenas de botijinhas azuis com azeite medindo poucos centímetros sendo apresentadas e oferecidas por um precinho injusto.

Essa crendice está baseada na passagem bíblica de II Reis 4, onde relata que Eliseu aumentou o azeite de uma viúva. E esse apostata, ops! quero dizer, apóstolo, baseando-se nessa passagem, engana o povo com essa invencionice tirando dinheiro de pessoas não inocentes. "Se você levar a botija da multiplicação para sua casa, Deus não vai deixar faltar nada no seu lar", pregam eles. Mas lembre-se que não é de graça! O valor é R$ 153,00! E eu não sei como esses ditos seguidores (para mim são idólatras e cegos!) vivem alienados atrás desses homens que se dizem de Deus. Eu fico besta de ver pessoas deixando igrejas que defendem o genuíno Evangelho de Cristo, que é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê (Rom 1.16), e se deixam levar por essas invencionices.

Voltemos ao verdadeiro Evangelho, seus ungidos! Diante do povo tudo isso tem aparência de piedade, mas nos bastidores estão negando a eficácia dela, oprimindo e engando o povo. "Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas..." (1 Tessalonicenses 4:6). E tem mais: O único milagre que não acontece nessas igrejas é a libertação da cegueira espiritual das pessoas.