GEAZI, MENTIU PARA SE DAR BEM, MAS SE DEU MAL!

"Aquele que é cobiçoso corre atrás das riquezas; e não sabe que há de vir sobre ele a penúria" (Provérbios 28:22).

Após ter sido curado da lepra, Naamã quis dar uma preciosa "oferta" a Eliseu, o qual recusou receber. Embora Naamã insistisse, Eliseu não aceitou. A "oferta" era só trezentos e cinqüenta quilinhos de prata, setenta e dois quilinhos de ouro e dez mudas de roupas finas (2 Reis 5:5). E Eliseu não pegou! Ele não estava vendendo milagres e bênçãos.

Porém, sempre existe alguém oportunista, interesseiro e avarento que não abre mão de uma valiosa "oferta", como fez Geazi nesse ocorrido. Quando Naamã foi embora, ele esperou Naamã se distanciar um pouco e correu atrás dele, sem que Eliseu visse, e usando de mentiras, conseguiu parte da oferta, setenta quilos e duas mudas de roupas (2 Reis 5:23).

Geazi que achava estar se dando bem fazendo o que era errado, enganando, acreditando que Eliseu não saberia daquele ato, trouxe para si a lepra que antes era de Naamã. Eliseu disse que aquele "não era o momento de aceitar prata nem roupas, nem de cobiçar..." (2 Reis 5:26). Geazi ficou rico? Não!

INFELIZMENTE, HÁ POUCOS COMO ELISEU E MUITOS COMO GEAZI EM NOSSOS DIAS! POUCOS RECUSAM UMA OFERTA NA HORA DO MILAGRE, MUITOS VENDEM BÊNÇÃOS E CURAS. MULTIPLICAM-SE OS 'GEAZIS' EM NOSSOS DIAS, HOMENS CHEIOS DE AVAREZA, ENGANADORES, FINGIDOS, QUE SE APROVEITAM DAS PESSOAS PARA FAZEREM NEGÓCIOS COM ELAS!

"E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita" (2 Pedro 2:3). Lembremo-nos: "Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber" (Atos 20:35).